• Luciana Gomes

5 perguntas simples para definir o seu Nicho de uma vez por todas e construir sua Autoridade Digital


Uma marca pessoal forte, ou seja, que tem relevância e autoridade, tem a ver com ser lembrado pelo que você fez e faz de foda, é o reconhecimento por você ser muito bom em determinada coisa que se propõe/propôs a fazer.


O que faz de você uma pessoa única no mundo?


Você tem clareza sobre que tipo de problema você resolve e como você tem sido de fato útil para o mundo?


No que você é bom? De verdade? Se você não tem essa resposta na ponta da língua como espera que as pessoas te reconheçam por algo?


Se dê esse tempo para refletir e chegar nessas respostas.


Quais problemas eu resolvo? Que desejos posso satisfazer? Como eu faço meu cliente se sentir especial? Que transformação/mudança/melhoria eu sou capaz de gerar nessas pessoas que chegam até mim?


E olha, é super comum quando estamos começando por aqui (aqui leia-se mundo online, mundo digital ou qualquer nome que preferir), a pessoa começar sendo generalista: - Ah, eu sou bom em finanças, ou: - Eu sou bom em marketing. Eu sou da área de saúde. Isso é muito amplo!! Não dá para você ser uma autoridade em algo assim pois dentro da “área” existem centenas de subáreas. Você tem conhecimento na grande área, mas no que de fato você é especialista? Qual é a sua subárea? Esse recorte dentro do seu segmento chama-se nicho. E ainda temos o subnicho, o subsubnicho, e por aí vai.


Se você define e trabalha um nicho de mercado mais específico, você tem muito mais facilidade para se destacar e conquistar o tão sonhado reconhecimento e autoridade, e assim agregar muito mais valor aos seus “produtos”. Você tem inclusive um custo menor para atingir as pessoas que te interessam afinal, teremos um universo de pessoas muito mais direcionadas, com dores mais específicas.


Vamos entender melhor?


É o seguinte.

Em qualquer campanha de marketing e comunicação digital, é super importante você conversar diretamente com a sua persona, e não com um mercado inteiro, portanto, se você escolhe um recorte mais específico, é muito mais fácil a sua persona se ver ali entende?


É preciso que ela sinta que você a conhece, que sabe e está falando diretamente com suas dores e necessidades, de forma quase cirúrgica, íntima, pessoal, e com uma comunicação muito genérica você não tem essa especificidade, e acaba não gerando uma identificação tão profunda, e consequentemente, a autoridade ou não vem, ou demora muito mais para vir. Você será apenas mais um na multidão.


Temos referências em grandes áreas? Até temos. Mas procure estudar quantas décadas e quantos desdobramentos foram necessários para isso acontecer. É muito mais trabalhoso, demorado, desgastante, caro e no final as garantias de êxito são muito menores do que investir tempo e energia em um nicho mais específico e focado.


Ao atender desejos e dores mais específicas, você irá construir uma comunidade de seguidores que darão muito mais valor a você, e consequentemente, estarão dispostos a pagar mais por um produto que foi pensado e construído especialmente para eles, tendo as suas necessidades em mente. E lá na frente sim, já com uma autoridade incontestável conquistada, você pode abraçar outras fatias desse grande bolo chamado mercado, se assim desejar.


Aqui nesse artigo vou compartilhar com você as 5 perguntas da ferramenta de nicho do meu curso Posicionamento Digital expert, só essas perguntas já te darão uma clareza muito grande para você entender e desenhar melhor o seu nicho.


É importante lembrar antes do exercício o seguinte, nós seres humanos estamos sempre em construção, portanto, não se cobre tanto agora, faça a escolha que mais fizer sentido para você hoje e comece a caminhar, no decorrer do processo e da sua evolução muita coisa pode e muito provavelmente vai mudar, e tá tudo bem. Nada é permanente, mas até para a evolução/crescimento acontecer, você precisar começar de algum lugar. Dito isso, vamos começar. Anote:

Apesar de saber que quem me acompanha aqui são basicamente profissionais liberais, não sei qual é a sua área de atuação especificamente, mas vamos supor que você seja uma nutricionista que atue de maneira generalista no presencial, e agora deseja construir sua autoridade digital para não apenas atender presencial/online como também criar um produto digital para ter mais uma fonte de receita, mas, você ainda não começou e nem faz ideia do que gostaria de produzir. Comece analisando o seu próprio dia a dia, será que você não possui alguns interesses mais direcionados? É só observar seu estilo de vida, gostos e preferências para enxergar coisas em comum.


Vamos começar listando 05 coisas que você mais gosta de fazer dentro da sua “grande área”.


A partir disso, você irá escolher as 03 que você mais gosta/se identifica e responder as 05 perguntas abaixo:


1 – O quanto eu amo e tenho interesse nesse nicho? Você vai fazer e estudar isso todos os dias, então, é extremamente importante que você tenha paixão.


2 – Eu vivo esse nicho nos meus bastidores, ou seja, eu trabalho/pratico isso no meu dia a dia?


3 – Eu tenho conhecimento suficiente e consigo ser didática nesse nicho, ou seja, seria possível para mim ensinar isso para as pessoas?


4 – As pessoas estão dispostas a pagar pela solução que eu pretendo oferecer ou é algo muito comum e que já tem de graça? Exemplo: Criar um produto para dar a cotação do dólar não funcionaria, pois, milhares de sites já dão isso de graça.


5 – Qual o tamanho, demanda e momento desse nicho? Existe volume e pessoas interessadas o suficiente? E o momento, esse nicho está em ascensão ou em declínio? Exemplo: quando eu iniciei minha carreira, trabalhei um tempo em uma empresa de cópias xerográficas, era uma febre. Hoje com a internet e a digitalização de documentos, esse tipo de empresa já não está mais em ascensão, pelo contrário, é um mercado em extremo declínio.


Mas Luciana, como consigo as respostas 4 e 5?


Pesquisa de mercado Online


Use grupos no Facebook, whatsapp e a sua própria audiência do Instagram: Crie uma pesquisa online e espalhe por aí. Fazer uma pesquisa online atualmente é bem simples e pode ser o caminho para conseguir informações riquíssimas sobre um público ou mercado. Com as ferramentas digitais, todo mundo pode criar o seu questionário de pesquisa, compartilhá-lo por diversos meios e conseguir suas respostas. Tudo que você precisa fazer é criar um formulário no Google forms com as perguntas que você precisa, gerar um link do questionário e compartilhar em locais como redes sociais, fóruns e grupos de whatsapp.


Mas lembre-se: não adianta sair distribuindo sua pesquisa por aí em qualquer lugar. Se for divulgar a sua pesquisa pela internet agora, certifique-se de fazer onde seu público está.

Imagine que aquela nutricionista está fazendo uma pesquisa apenas voltada para quem tem diabetes. Se ela simplesmente colar o link da pesquisa no seu perfil do Facebook, qualquer amigo ou pessoa que visualizar poderá responder – independentemente de atender ou não o critério de ter diabetes, por exemplo.


Nesse caso, o ideal é divulgar o link apenas em grupos do Facebook e whatsapp, fóruns online e comunidades de portadores de Diabetes, concorda? Assim, ela vai conseguir respostas de quem realmente interessa. Para o objetivo você pode escrever um pedido tipo: OI. ESTOU FAZENDO UMA PESQUISA PARA NWZ. VOCÊ PODERIA RESPONDER UM RÁPIDO QUESTIONÁRIO SOBRE ISSO? ESTARIA ME AJUDANDO MUITO MESMO. O TEMPO ESTIMADO É DE NO MÁXIMO X MINUTOS.


Ao fazer o seu convite, tenha em mente o seguinte:

Diga oi; A pessoa deve saber qual o objetivo com a pesquisa, se aquilo está sendo feito para algo em específico, quanto mais nobre o motivo melhor; Deixe claro o tempo de duração estimado da pesquisa e evite previsões genéricas como “vai levar só um instante” ou “é rápido”. Quanto mais assertiva for a previsão, melhor! Tudo isso deve ser informado de maneira sucinta antes que o questionário seja preenchido.


Com um motivo nobre e a boa vontade das pessoas, a sua pesquisa se espalhará, chegará nas pessoas certas, e você terá suas respostas.


Em paralelo use a enquete do próprio Instagram para fazer as perguntas que precisa, sua própria audiência é o público ideal para responder isso. Pede a ajuda das pessoas.


Pesquisa de mercado: Estudando sua concorrência.


Pesquise se os nichos que você escolheu tem concorrentes, o que eles vendem, quanto eles cobram, se tem alunos/pacientes/clientes, se vivem disso etc.


Visite os blogs e redes sociais de concorrentes já consolidados no mercado, leia os comentários, o que seus leitores estão dizendo? Sentem falta de algo? Anote todas essas impressões. Você pode encontrar dicas valiosas. Este tipo de pesquisa irá revelar as brechas do mercado, e te ajudar a definir o seu nicho.


Feito esse exercício, tenho certeza de que as coisas ficarão mais claras. A opção que tiver o melhor desempenho, muito provavelmente é o nicho mais indicado para você começar.


Ferramentas que podem te ajudar a encontrar ideias inovadoras no seu nicho


Nem sempre pensar de maneira inovadora é fácil. Se mesmo com o exercício você ainda estiver com bloqueio sobre o seu nicho, vale pesquisar um pouco mais e usar as ferramentas disponíveis para te ajudar.


Existem várias ferramentas disponíveis para ajudar nesse processo e você pode utilizá-las também para estudar tendências e identificar problemas que ainda não tem solução. Dessa forma, você tem um ponto de partida para desenvolver seu produto, conquistar um nicho de mercado só seu e alcançar de forma muito mais rápida o seu lugar ao sol.

Uma das ferramentas mais simples e práticas que eu conheço e recomendo são as sugestões de busca do próprio Google. Veja abaixo que, continuando no nosso exemplo da nutricionista, eu coloquei “nutricionista espe” e apareceram várias “subáreas” dentro da nutrição. Inclusive eu conheço uma nutricionista especializada em SOP que já fez milhões com produtos digitais, nesse nicho. Nessa pequena busca, você pode encontrar algumas áreas que te interessem e fazer o exercício das 5 perguntas. Que tal?




Utilizando palavras como “para” e “especialista” depois da palavra principal da sua busca, você pode identificar nichos. Essas sugestões são baseadas no que as pessoas mais procuram.





Você pode também optar pelo uso de ferramentas mais específicas como o SEMrush. É uma ferramenta paga porém bastante completa que entrega não apenas dados de palavras-chave como número de buscas orgânicas e pagas, e também é possível identificar tendências em tópicos, acompanhar as menções à sua marca e outros dados relacionados ao engajamento.

Pulo do gato: Tenha em mente que a grande sacada de sucesso em um nicho de mercado é descobrir quais dores e necessidades não estão sendo supridas em mercados maiores e o quanto as pessoas estariam dispostas a pagar por uma solução para àquela demanda específica. Porém não esquece das 5 perguntas acima ok? Uma vez identificadas as áreas de interesse, entender o tamanho do nicho (se for muito pequeno pode comprometer a sua lucratividade), o grau de concorrência (se tiver concorrentes indica que existem oportunidades), e principalmente: sua paixão, conhecimento e didática para compartilhar isso com o mundo e ajudar pessoas de uma maneira que o torne uma autoridade reconhecida e respeitada, são coisas fundamentais para o sucesso nesta jornada digital.

Agora me conta, o que achou deste conteúdo? Foi útil para você?

Conteúdos que podem te interessar

Posts em breve
Fique ligado...

"Não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus." (2 Co 3:5)

© 2020 ENCOM ESCOLA DE NEGÓCIOS EM COMUNICAÇÃO E MARKETING. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.